ESPINHA NO BUMBUM

LINKS PATROCINADOS

Um dos pontos de maior cuidado no corpo das mulheres é o bumbum. Queremos sempre estar com ele em forma, sem nenhuma marquinha, celulite ou outra coisa que afete sua aparência, até por que na hora que pintar aquela praia com a galera, você não vai se preocupar em vestir um biquíni e mostrar suas curvas por ai.

O problema é que muitas vezes tem umas bolinhas chatas, parecidas com espinhas, que insistem em aparecer no bumbum. Essas bolinhas não são espinhas, são na verdade uma pequena inflamação conhecida como foliculite. E o que causa essa inflamação? É o uso de calças apertadas, usar muitas peças sintéticas ou mesmo quem passar muito tempo sentada. Desse jeito parece difícil não ter, as danadas das bolinhas.

Usar roupas apertadas não permite que o corpo transpire de forma correta, se passamos muito tempo sentada então a pele respira menos ainda e mais ressecada. Devido a isso as bactérias naturais da região do bumbum (as estafilococos) acabam se proliferando, chegando até os pontos onde nascem os pelinhos (o folículo piloso) e obstruindo a passagem de novos pêlos, resultando numa inflamação que é a bolinha que a gente vê.

A foliculite além de incomodar bastante do ponto estético, também é desconfortável por que coça e acaba trazendo mais esse incomodo para a pessoa. Elas surgem em pessoas de todos os tipos mais, mulheres negras e morenas têm uma maior predisposição a desenvolvê-las. Em casos mais graves quando não há tratamentos elas podem evoluir, ficando maiores e até criando pus, nesses casos elas ficam doloridas atrapalhando na hora de sentar, de se vestir e de realizar outras atividades.

Muita gente costuma confundir a foliculite com acne, mas as duas são bem diferentes. Vale lembrar que a acne só aparece no rosto e em alguns casos no tronco, só mesmo em casos de acne muito grave é que podem aparecer espinhas no bumbum, o que é muito raro. Já a foliculite pode aparecer em qualquer ponto do corpo que tenha pêlos encravados.

Dicas para evitar a foliculite:

  • Evite usar tecidos que retenham o suor.
  • Hidrate sempre o bumbum com cremes hidratantes e esfolie pelo menos uma vez na semana.
  • Dê preferência a calcinhas de algodão.
  • Use tecidos com fibras naturais ou tecidos tecnológicos.
  • Muita gente não gosta, mas o melhor seria que você dormisse nua de vez em quando.
  • Não esprema nunca.
  • Use uma pomada anti-inflamatória.
    LINKS PATROCINADOS

    Lembre que geralmente a foliculite ocorre em locais que onde os pêlos costumam encravar, então os cuidados se estendem ao restante  do corpo.

Leia mais:


Comente!

site statistics