HIGIENE PESSOAL DA MULHER

LINKS PATROCINADOS

O uso de roupas muito justas, de tecidos sintéticos, calcinhas de lycra, associadas aos métodos usados para fazer a depilação da região íntima, contribuem para prejudicar a ventilação natural que essa área precisa para se manter saudável. Essas e outras ações alteram o pH da região, fazendo com que seja mais propicia a desenvolver incômodos ginecológicos. 

A limpeza diária tem que ser feita para retirar os resíduos e os excessos de gordura. Nas dobras dos lábios vaginais, é comum a acumulação de uma secreção branquinha chamada de esmegma, que natural do corpo da mulher. Essa secreção tem que ser retirada durante o banho. Essa limpeza deve ser feita com o uso de sabonetes com pH neutro, e esfregando delicadamente a área da vulva.

Você  pode fazer a higienização varias vezes aos dias. Nos dias mais quentes, podem ser feitas de 1 a 3 vezes ao dia, já nos dias mais frios pode ser feita apenas uma vez. Se estiver no período menstrual pode fazer a higienização com mais freqüência pra ajudar na ventilação, reduzir a umidade e irritações que são causadas na região genital por causa do uso prolongado de absorventes. Sobre o uso de absorventes, previra os absorventes externos que não tem película plástica. Durante esse período a troca de absorventes deve ser feita a cada quatro horas.

É importante usar o sabonete íntimo apenas na parte externa da região genital e nunca nas partes internas, ou em casos de infecções ou inflamações. Nesses casos o ideal é consultar sempre um ginecologista. Esses sabonetes, geralmente líquidos, tem uma formulação especial para tratar dessa região sem desequilibrar o pH, natural dessa região, que mais sensível aos agentes externos. 

LINKS PATROCINADOS

Você  também pode usar lenços umedecidos que são específicos para fazer a higienização da região íntima, porém apenas quando tiver que fazer a limpeza fora de casa, em sanitários de uso público e outros. Os lenços devem ser usados de forma suave, para não agredir ou remover as camadas de proteção da pele.

Cuidado também na hora da depilação. Os pêlos da região pubiana servem para proteger essa região, mas o acumulo de pêlos pode favorecer a acumulação de resíduos e secreções. O ideal é fazer a depilação mais com menor frequência. 

Após a limpeza é importante secar bem a região para não aumentar a proliferação de bactérias, fungos e vírus. Prefira usar sempre roupas não sintéticas, elas favorecem a ventilação do local, ou pelo menos durma com roupas largas para aumentar a ventilação ao menos durante a noite.

Esses pequenos cuidados são essenciais para evitar incômodos como mau cheiro, dores, cocheiras e até mesmo infecções. São pequenas ações, mas que fazem toda a diferença na hora de cuidar da intimidade feminina.

Leia mais:


Comente!

site statistics